O teu país

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod


Maria Teixeira

Escola

Escola EB 2,3/S de Pinheiro

País

Portugal

António Nobre (Biografia)

Resumo do trabalho

Trabalho sobre a Vida e Obra do poeta português António Nobre, realizado no âmbito da disciplina de Português (9º ano).


antonio_nobrePoeta português, nasceu no Porto. Depois de se ter visto reprovado duas vezes no Curso de Direito em Coimbra, parte para Paris, aí se tendo licenciado em Ciências Políticas (1895). Regressa a Portugal abalado pela tuberculose, nele partindo um sentimento pessimista a pressentir tragédia, apesar de ter viajado pela Suíça, até Nova Iorque e à Madeira, em busca de melhores e mais sadios ares, acabando por chegar ao Estoril para o mesmo efeito. No entanto, a morte levá-lo-ia aos 33 anos. Um mundo visto através dos registos da infância, tendo por temas a saudade, a morte, a ternura e o deslumbramento, constitui o contexto da sua produção poética. A si mesmo se designando “Anto”, de si e consigo falou nos poemas do único livro que publicou em vida – o Só (1892), editado em Paris, uma obra donde não estão ausentes as marcas autobiográficas e que, logo no início, é apresentado como “o livro mais triste que há em Portugal”. Postumamente, forma publicados Despedidas (1902), Primeiros Versos (1921), Cartas Inéditas de António Nobre (1934) e Correspondência (1967). De Nobre escreveu João Gaspar Simões (1939): “Não sei de poeta menos intelectual na poesia portuguesa. E no entanto não se pode dizer que seja um poeta espontâneo. Desde muito novo, vivia possuído do pressentimento de um fim próximo. Nele, o romantismo tomou a forma de insularidade”.



74 Visualizações 01/02/2017