Trabalhos de Estudantes  

Trabalhos de Biologia - 10º Ano

 

Ficha do trabalho:

Pigmentos Fotosintéticos

Autores: Daniela Alexandre

Escola: [Escola não identificada]

Data de Publicação: 04/04/2014

Resumo: Trabalho sobre os pigmentos dos cloroplastos, presentes em células eucarióticas vegetais, realizado no âmbito da disciplina de Biologia (10º ano). Ver Trab. Completo

Classifique este trabalho:

0 visualizações

Se tens trabalhos com boas classificações, envia-nos pois só assim
o nosso site poderá crescer.

 

Pigmentos fotosintéticos

Introdução:

Para experiência laboratorial, foi-nos solicitado pela professora a execução de uma atividade. A atividade pretende permitir aos alunos conhecer quais os pigmentos que estão presentes nos cloroplastos.

Introdução Teórica:

Os cloroplastos são constituintes das células eucarióticas vegetais, pois desempenham um papel muito importante para elas, como a fotossíntese.

É possível obter um extrato de pigmentos fotossintéticos das folhas macerando essas folhas juntamente com um solvente. Quando se introduz papel de filtro no extrato, o solvente sobe por capilaridade, transportando os pigmentos em função do seu grau de solubilidade no solvente. Esses pigmentos vão ficando depositados no papel de filtro a deferentes níveis por ordem crescente do seu grau de solubilidade. Ao fim de algum tempo conseguem-se observar, de baixo para cima, bandas de diferentes cores que correspondem aos diferentes pigmentos constituintes da clorofila.

 

Objetivos da experiência:

Esta atividade experimental tem como finalidade a extração dos pigmentos clorofilinos constituintes das folhas verdes dos espinafres. Para obter à extração destes pigmentos recorreremos à cromatografia, para observarmos o comportamento das substâncias no extrato adquirido.

 

Protocolo Experimental:

 

Materiais:

 

* Folhas de Espinafre

* Funil

* Placa de Petri

* Areia fina

* Vareta

* Papel de Filtro

* Almofariz

* Tesoura

 

Reagentes:

* Álcool a 90%

Procedimento Experimental:

 

1º. Cortou-se as folhas em pedaços, e colocou-se os mesmos no almofariz;

2º. Juntou-se a areia aos pedaços de folha e esmagou-se com o pilão;

3º. Adicionou-se uma pequena porção de álcool, e agitou-se com a vareta;

4º. Filtrou-se para um recipiente;

5º. Verteu-se o obtido extrato de pigmentos para a caixa de Petri;

6º. Introduziu-se agora na caixa de Petri, dobrado em ângulo (ver anexo ), papel de filtro;

7º. Aguardou-se alguns minutos;

8º. Observou-se o resultado obtido e registou-se os dados observados;

9º. Procedeu-se à arrumação e limpeza do material utilizado.

Interpretação de Resultados:

 

Discussão:

 

Como é de nosso objetivo observar a distribuição dos diferentes pigmentos, por cromatografia, ao colocar o papel de filtro sobre a solução filtrada, o solvente é absorvido, ‘arrastando’ os pigmentos fotossintéticos com ele. Sendo assim visível diferentes tons.

Como dito na introdução teórica, podemos explicar os resultados obtidos com a diferente dispersão dos pigmentos no papel de filtro. Assim, podemos observar que há pigmentos, a banda de cor amarela, que ficam na parte superior do papel de filtro, ou seja, mais solúveis, aos quais se dá o nome de carotenoides, propriamente, por terem uma cor amarelada, dizem-se carotenos.

Os pigmentos, correspondentes às bandas de cor verde, que ficam presentes na parte inferior do papel de filtro, ou seja, menos solúveis, dá-se o nome de clorofilas.

 

Conclusão:

 

Na realização desta atividade não nos encontramos qualquer género de problema ou dificuldade e, por isso, conseguimos alcançar todos os objetivos definidos de início.

Depois da observação dos resultados alcançados e discussão deles, podemos concluir que:

* Através da experiência realizada conseguiu-se observar os diferentes pigmentos presentes nas células dos seres fotossínteses, neste caso das folhas de espinafres;

* Com a extração da coloração dos pigmentos fotossintéticos através no papel de filtro, processo de cromatografia, concluímos que existem duas bases de pigmentos fotossintéticos nas plantas que permitem a realização da fotossíntese, eles são: as Clorofilas e os Carotenoides. Estes ainda podem ser divididos em mais dois grupos devido à sua coloração: clorofilas: b, que apresenta uma cor verde-amarelada, e a, que apresenta uma cor verde intensa; quanto aos carotenoides: xantofilas e carotenos, que exibem, respetivamente, uma cor amarela e laranja.

 

 

 

* Contudo, é possível admitir que os pigmentos que mais figuram nos cloroplastos das folhas utilizadas na experiência são ,conseguimos concluir isto devido às coloração presente no papel de filtro, em que apresentava tons de em baixo, e em cima.

__________________________________

Outros Trabalhos Relacionados

Ainda não existem outros trabalhos relacionados