O teu país

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod


António Nobre (Biografia)

Todos os trabalhos publicados foram gentilmente enviados por estudantes – se também quiseres contribuir para apoiar o nosso portal faz como o(a) Ângela Marisa Ferreira de Sousa e envia também os teus trabalhos, resumos e apontamentos para o nosso mail: geral@notapositiva.com.

Resumo do trabalho

Trabalho escolar sobre a Vida e Obra do poeta português António Nobre, realizado no âmbito da disciplina de Português (9º ano).


António Pereira Nobre foi um poeta português do século XIX. Nasceu no Porto, no dia 16 de agosto de 1867, tendo falecido na mesma cidade, no dia 18 de março de 1900, apenas com 32 anos de idade, após uma luta prolongada contra uma tuberculose pulmonar, estando sepultado no cemitério de Leça da Palmeira.

Filho de uma família abastada passou a infância entre Trás-os-Montes, Póvoa de Varzim e Leça da Palmeira.

Entrou na Faculdade de Direito, na Universidade de Coimbra, mas após ter reprovado duas vezes consecutivas, trocou esta cidade pelo exílio em Paris, em 1890. Foi aí que se formou em Ciências Políticas pela Universidade de Sorbonne.

Ainda na faculdade, António Nobre familiarizou-se com as novas tendências da poesia – a poesia simbolista.

Em 1892, estando sozinho e sem dinheiro em Paris, publicou o livro de poemas “Só”, tendo-o definido como “o livro mais triste que há em Portugal”.

Essa obra foi a única publicada em vida e é marcada pela nostalgia e lamentação, porém com um vocabulário refinado, característico do simbolismo francês. Todavia, nem tudo é tristeza nesse livro, uma vez que também retrata memórias de uma infância feliz no norte de Portugal, referindo memórias de pescadores, romarias e procissões e, também, da praia de Leça da Palmeira.

Mais tarde, outros livros seus foram publicados, podendo destacar-se “Despedidas” e “Primeiros Versos”, obras de poesia também marcadas pelo simbolismo francês.

Foi considerado um dos poetas mais populares e renovadores do seu tempo. A sua poesia é voltada para as pessoas simples e os temas básicos são o sofrimento e a saudade. Apesar da morte prematura, António Nobre influenciou os grandes nomes do modernismo português, como Fernando Pessoa, Mário de Sá-Carneiro e Florbela Espanca, deixando uma marca permanente na literatura portuguesa.

Um monumento de homenagem a António Nobre, desenhado pelo arquiteto Álvaro Siza Vieira, encontra-se situado na praia da Boa Nova, em Leça da Palmeira.

da autoria de Ângela de Sousa



75 Visualizações 27/12/2019