O teu país

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod


Maria Teixeira

Escola

Escola EB 2,3/S de Pinheiro

O Período do Domínio Nazi

Todos os trabalhos publicados foram gentilmente enviados por estudantes – se também quiseres contribuir para apoiar o nosso portal faz como o(a) Maria Teixeira e envia também os teus trabalhos, resumos e apontamentos para o nosso mail: geral@notapositiva.com.

Resumo do trabalho

Resumo/Apontamentos sobre o período dominado pelos nazis, realizado no âmbito da disciplina de História (9º ano de escolaridade)...


A Europa sob o Domínio Nazi

- Através da “Guerra Relâmpago” Hitler dominou quase toda a Europa. Nos países ocupados as forças alemãs pilharam bens, utilizaram a mão de obra local e exerceram uma brutal repressão sobre todos os que se lhes opunham.

- Desta repressão salientou-se a criação dos “Campos de Concentração”

A resistência

- Apesar da violência, os alemães tiveram que enfrentar os movimentos de resistência que actuavam nos territórios ocupados.

- De entre os movimentos de resistência destaca-se o francês.

- A Resistência Francesa travou duras batalhas com tropas alemãs, sabotou vias de comunicação e fábricas, distribuiu jornais e panfletos clandestinos e passou valiosas informações aos Aliados.

- Na Europa Oriental a violência alemã foi ainda mais cruel. Massacres diários de vizinhos, amigos e familiares levaram muitos cidadãos comuns a pegar em armas contra o invasor.

- Na Jugoslávia destacam-se os PARTISANS, guerrilheiros comandados por Tito, secretário geral do Partido Comunista.

- Mesmo nos países do Eixo surgiram movimentos de resistência. Os anti-fascistas italianos colaboraram com os Aliados e, na própria Alemanha, falharam várias tentativas, de opositores ao regime, para assassinar Hitler

Aristides de Sousa Mendes

- Na resistência aos nazis destacou-se um português: Aristides de Sousa Mendes. Contrariando ordens de Salazar, passou milhares de vistos a fugitivos do exército alemão, permitindo-lhes escapar a uma morte certa.

- Salazar condenou-o a uma reforma compulsiva, não remunerada e impediu-o de exercer advocacia. Morreu na maior pobreza em 1954.

- O número real de campos de concentração e os actos brutais que lá foram praticados só foram conhecidos após o final da guerra.

- Para estes campos situados na Alemanha e nos territórios ocupados, foram enviados, não só os opositores ao regime, os ciganos, os homossexuais e outros considerados um incómodo para o regime, mas sobretudo os judeus. Morreram cerca de 6 milhões de judeus (sendo que cerca de 1 milhão eram crianças) nos campos de concentração nazis.

- A “ Solução Final” do “problema judaico” na Europa previa o extermínio de toda uma raça, que Hitler considerava impura e perigosa.

- Os judeus eram segundo Hitler prejudiciais para a economia dos países onde viviam sendo por isso necessário uma solução final para o problema, essa seria a sua total aniquilação (genocídio).



29 Visualizações 13/08/2019