Your Country

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod


Sydney Pamplona

School

Escola Estadual Cidadã Integral Técnica Prefeito Oswaldo Pessoa

Sistema de Arquivos: EXT

Todos os trabalhos publicados foram gentilmente enviados por estudantes – se também quiseres contribuir para apoiar o nosso portal faz como o(a) Sydney Pamplona e envia também os teus trabalhos, resumos e apontamentos para o nosso mail: geral@notapositiva.com.

Resumo do trabalho

Trabalho acadêmico sobre o Sistema de Arquivos EXT, realizado para a disciplina de Tecnologias de Informação e Comunicação.


SISTEMA DE ARQUIVOS: EXT

O Ext (extended file system) foi o primeiro sistema de arquivos criado especificamente para o Linux. Ele foi desenvolvido por Rémy Card para substituir o sistema de arquivos do MINIX (Minix FS), que havia sido inicialmente utilizado por Linus Torvalds para o recém criado Linux.

A versão do sistema de arquivos do Minix adaptada por Torvalds possuía limitações importantes. O Ext foi criado para resolver essas limitações e incluído no Linux 0.96c (julho de 1992). Seu desenvolvimento foi facilitado pela implantação do VFS (virtual file system), inicialmente escrito por Chris Provenzano e posteriormente reescrito por Linus Torvalds. O Ext foi utilizado até a versão 2.0 do Linux, tendo desaparecido a partir da versão 2.2.0 (de janeiro de 1999).

VERSÕES

• EXT

O Ext ainda era limitado em comparação com o Xia FS e o Ext2. Além dos tamanhos máximos (para volumes, arquivos e nomes), o Ext usava apenas um rótulo de tempo, enquanto o Xia FS e o Ext2 passaram a registrar os tempos de acesso (atime), alteração de metadados (ctime) e modificação dos dados (mtime) do arquivo. Esses rótulos também são conhecidos por MAC times.

• EXT2

O Ext2 (Second Extended file system) é um sistema de arquivos para dispositivos de blocos (disco rígido, disquete, pen drive). Foi desenvolvido para o Linux por Rémy Card para substituir o Ext (Extended file system), que também havia sido criado por Rémy Card.

• EXT3

O Ext3 (Third Extended file system) é um sistema de arquivos desenvolvido por Stephen C. Tweedie para o Linux, que acrescenta alguns recursos ao Ext2, dos quais o mais visível é o journaling, que consiste em um registro (log ou journal) de transações cuja finalidade é recuperar o sistema em caso de desligamento não programado.

• EXT4

O quarto sistema de arquivos estendido, ou Ext4, é a nova geração de sistemas de arquivos com registro de mudanças que mantém a antiga compatibilidade com o sistema de arquivos anterior, o ext3. Embora o ext4 não seja o padrão atual, será o próximo sistema de arquivos padrão da maioria das distribuições Linux.

BIBLIOGRAFIA

➢ https://ubuntubras.wordpress.com/sistemas-de-arquivos-ext-e-swap/

➢ http://www.diegomacedo.com.br/sistemas-de-arquivos-ntfs-fat16-fat32-ext2-eext3/

➢ https://www.ibm.com/developerworks/br/library/l-anatomy-ext4/



11 Visualizações 15/09/2019