O teu país

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod


Beatriz Bocinhas

Escola

[Escola não identificada]

Herpes Genital

Todos os trabalhos publicados foram gentilmente enviados por estudantes – se também quiseres contribuir para apoiar o nosso portal faz como o(a) Beatriz Bocinhas e envia também os teus trabalhos, resumos e apontamentos para o nosso mail: geral@notapositiva.com.

Resumo do trabalho

Trabalho sobre o Herpes Genital, uma doença sexualmente transmissível causada pelo vírus herpes simples tipo 1 (HSV-1) e tipo 2 (HSC-2), realizado no âmbito da disciplina de Ciências Naturais (9º ano).


O que é herpes genital ?

O herpes genital é uma doença sexualmente transmissível causada pelo vírus herpes simples tipo 1 (HSV-1) e tipo 2 (HSC-2). A maior parte dos casos de herpes genital é causada pelo tipo 2.

Herpes Genital

A maioria das pessoas não tem sintomas da infecção ou eles são moderados. Quando os sintomas ocorrem, eles tipicamente aparecem como bolhas nos genitais. As bolhas deixam feridas que podem levar de duas a quatro semanas para sarar na primeira vez que ocorrem. Geralmente outra erupção pode aparecer semanas ou meses depois da primeira, mas quase sempre é menos severa e dura menos tempo. Embora a infecção possa ficar no corpo indefinidamente, a quantidade de erupções tende a diminuir no período de anos.

Como é que se contrai herpes genital?

A transmissão da Herpes genital ocorre através do contacto directo da área genital do indivíduo com uma área infectada pela Herpes. A Herpes genital é contraída através de relações sexuais. Também pode ser contraída através do sexo oral, caso um dos indivíduos esteja com Herpes labial (tipo 1).

Quais são os sintomas ?

. Ferida nos genitais coxas e nádegas;

. Febre (normalmente só na primeira erupção das bolhas);

. Mal-estar geral, dor muscular;

. Corrimento vaginal;

. Dor ao urinar;

. Dificuldade para urinar;

. Dor durante a relação sexual;

. Comichão;

. Sensibilidade, crescimento de caroços com pus na virilha.

Quais são as complicações?

Herpes genital pode causar infecção potencialmente fatal em bebés. É importante que a mulher evite contrair herpes durante a gravidez porque um primeiro episódio enquanto estiver grávida é de grande risco de transmissão para o bebé. Se a mulher tiver o herpes genital activo durante o parto, geralmente opta-se pela técnica de cesariana. As infecções de herpes passadas das mães para os bebés são raras.

Qual a sua prevenção?

A melhor maneira de prevenir o herpes genital é usar preservativo nas relações sexuais e evitar múltiplos parceiros.

Mesmo que a mulher não tenha lesões visíveis, deve informar o médico de que é portadora do vírus do herpes genital, se pretende engravidar.

Quais os tratamentos ?

A Herpes não tem cura, uma vez que a pessoa é contaminada pelo vírus da Herpes, a pessoa fica com o vírus até a morte. O único tratamento, é um tratamento com remédios para amenizar os sintomas da Herpes. O tratamento da Herpes é feito com Aciclovir ou Famciclovir.

Conclusão

Cerca de 90% da população mundial é afectada por esta doença. Muitas pessoas estão contaminadas com a herpes genital sem o saberem. Isto porque alguns organismos não apresentam sintomas.

O uso do preservativo é muito importante para si e para todos os que o rodeiam!

Até uma simples herpes pode matar (filhos de portadores da doença).



30 Visualizações 21/09/2019