O teu país

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit, sed do eiusmod


Rafael Marques

Escola

[Escola não identificada]

O Segredo da Busca da Verdade

Todos os trabalhos publicados foram gentilmente enviados por estudantes – se também quiseres contribuir para apoiar o nosso portal faz como o(a) Rafael Marques e envia também os teus trabalhos, resumos e apontamentos para o nosso mail: geral@notapositiva.com.

Resumo do trabalho

Trabalho dedicado ao tema da busca da verdade, realizado no âmbito da disciplina de Filosofia (10º ano).


“O segredo da busca é o que não se acha”

Na busca de uma verdade encontramos deferentes sombras dessa verdade

Desde que o Homem começou a questionar-se sobre o que o rodeia, que tenta encontrar algo que ainda não foi encontrado: A Verdade.

Ao longo dos tempos o Homem foi encontrando uma verdade aqui, outra verdade ali, mas nunca encontrou o segredo que mais ambiciosamente procura.

Os Homens entram nesta busca pela verdade total, tendo como objectivo, de forma consciente ou não, rivalizarem com Deus ou com os deuses (dependendo da época e do povo), tornando-se omniscientes e ao mesmo tempo omnipotentes, pois a busca pelo saber é também uma busca pelo poder.

É muito improvável que o Homem alcance o saber total, pois se assim fosse, a fragilidade da nossa existência, que nos dá motivos para viver e forças para lutar pelos nossos ideais, não seria tão importante para nós e não haveria motivações que nos movessem.

O Homem é o resultado da sua “Douta Ignorância”, pois apenas procura aquilo que não consegue encontrar. É isto que faz de nós filósofos, esta procura incessante da verdade, é saber que não se é sábio e que aquilo que hoje consideramos uma verdade pode amanhã ser totalmente mentira e, no dia depois voltar a ser uma verdade.

Na filosofia tudo deve ser questionado e respondido apenas quando existirem fundamentos que justifiquem essa resposta e, que mesmo assim pode ser contestada por outrem. A filosofia é mutável, pois muda conforme a época, o povo e a cultura.

Se queremos passar do Mitos para o Logos temos de pôr em dúvida tudo o que aprendemos ao longo da vida, com o intuito de nos libertarmos da sociedade para obtermos as respostas que se encontram em nós sem termos opiniões, mas sim respostas filosóficas devidamente justificadas e argumentadas.

Temos de procurar as respostas para que um dia cheguemos à Verdade, tendo em conta que se lá chegarmos perderemos parte da essência do ser humano.

O facto de algum dia se poder alcançar a Verdade dá-nos um dilema existencial, que mostra que estamos longe da Verdade:

  • Se soubermos tudo o que há para saber seremos mais felizes?
  • O que mudará se conhecermos a totalidade da realidade?
  • Teremos melhores condições de vida?

Se soubéssemos as respostas a estas perguntas já seríamos muito mais conhecedores do mundo do que somos realmente. E se a Verdade fosse tão má que quando a descobríssemos preferíssemos não a ter descoberto? Tecnicamente a procura pelo conhecimento é a procura pela felicidade e por melhores condições de vida, mas e se isso não se verificar? Existem muitas questões em aberto e espero, um dia, ser capaz de responder-lhes ou, pelo contrário, temo o dia em que as encontrar, se elas provocarem mais problemas que soluções.

 O meu objectivo neste mundo é saber se o conhecimento é bom ou mau. Tal como se descobrem verdades, também outras coisas como as armas, mudam a nossa forma de ver o mundo.

Nós viemos do caos, mas será que o cosmos poderá ser apenas um caminho para lá voltarmos? Serão as verdades que adquirimos actualmente, apenas areia que nos cobre os olhos para voltarmos a cair no caos por não conseguirmos ver o caminho?

A busca pela Verdade é uma cruzada para qual o Homem ainda não está totalmente pronto, apenas quando estivermos prontos a poderemos vislumbrar e tentar agarrar. Até lá contentamo-nos apenas com os seus vislumbres enganosos.

Estas divagações são algo espontâneas e penso que terei de melhorar num próximo trabalho de argumentação. Penso que o facto de viver nesta época, ter este tipo de cultura e por estar neste lugar, sou um bocado iludido pelo presente e tenho os pensamentos concentrados ora no futuro ora no passado.

Continuarei à procura da Verdade e pode ser que a encontre escondida nalgum “beco escuro”.



5 Visualizações 02/12/2019